Titanic pode ter afundado por causa de incêndio

Titanic
Titanic

Já se passaram 104 anos desde o trágico ocorrido com o navio Titanic, e a tragédia gera dúvidas até hoje. Foi confirmado que a colisão do navio com o iceberg afundou o Titanic, porém, fotos recentes alegam que o navio sofreu outras influencias para afundar. A tragédia que contabilizou mais de 1500 mortes, pode ter acontecido por causa de um incêndio que teria sido controlado, mas que teria afetado gravemente a estrutura do navio, dessa forma, tornando-o mais vulnerável a qualquer impacto, como aconteceu ao colidir com o iceberg e terminar por afundar.

No entanto, essa hipótese do incêndio já era comentada há algum tempo, mas agora, realmente ficou claro nas fotografias a existência do incêndio, e mais, a contribuição que ele pode ter tido com toda a tragédia. Em uma das fotos, é possível visualizar uma marca escura no casco lateral do Titanic, que teriam sido resultado do incêndio. O pesquisador do Titanic e também jornalista, Sanen Molony, disse ao The Times: “Ninguém havia investigado essas manchas anteriormente. Isso muda completamente a narrativa”.

Uma dúvida muito comumente entre os pesquisadores do Titanic, era a velocidade em que se encontrava o navio no momento da colisão. O incêndio, também explica esse fato como sendo uma estratégia, bem conhecida naquela época, que consiste em queimar o carvão e diminuir o fogo. Nesse caso, o incêndio teria tido um impacto muito maior do que imaginado nas estruturas da embarcação, o que fez com que o navio tivesse que se mover mais rápido. Se ele estivesse a uma velocidade adequada para a região, possivelmente poderia ter desviado do iceberg que representou seu fim.

Sanen Molony ainda afirma: “Não é simplesmente uma história de colisão com iceberg e afundamento. É uma tempestade perfeita de fatores extraordinários se unindo: fogo, gelo e negligência”. Em se tratando da nova evidência, ainda existem especialistas mais conservadores que acreditam que o fogo não seria o fator principal para a colisão com o iceberg.

Essa teoria já permeia desde 2004, ano em que já haviam sido encontrado evidências que sustentariam a teoria do fogo, porém, mesmo com as imagens, ainda assim muitos se negaram a acreditam que o navio pudesse ter sofrido outra influência para acabar colidindo. Uma das pessoas que se negaram a acreditar na teoria é o David Hill, o ex-secretário de um grupo chamado, Sociedade Britânica do Titanic. Ele disse: “Com certeza houve um incêndio. Foi um fator determinante? Em minha opinião, não fez diferença alguma”.

A tragédia ganhou fama muito maior após ser eternizado no cinema de Hollywood. Dentre os atores destacam-se Leonardo Di Caprio e a atriz Kate Winslet que conseguiram, junto ao resto do elenco e toda a equipe que trabalhou na criação do filme, vender 11 Oscars no ano de 1998, um ano depois da estreia do filme.

Veja também 12 fatos assustadores sobre o Titanic.