Polícia Ambiental realiza resgate de onça-parda em rodovia do interior paulista

A Polícia Militar Ambiental resgatou uma onça na cidade de Ouroeste, localizada no interior do estado de São Paulo. O resgate se deu em uma rodovia da região em 25 de julho de 2018. Segundo informaram os policiais, o animal resgatado tratava-se de um felino adulto e possuía ferimentos que indicavam um possível atropelamento.

Na Rodovia SP-543, também chamada de Percy Waldir Semeghini, alguns populares perceberam a presença da onça e comunicaram ao Corpo de Bombeiros. Após o contato telefônico houve solicitação de reforço da Polícia Ambiental do município de Fernandópolis, que fica próximo a Ouroeste. Devido ao ferimento localizado em sua pata, o felino apresentava impossibilidade de locomoção, o que fez com que os policiais o removessem.

O hospital veterinário presente na cidade de Araçatuba foi o destino para onde os policiais levaram o animal. No local o felino recebeu atendimento, de modo que passou por alguns exames e foi também medicado. De acordo com as informações prestadas pela Polícia Ambiental, trata-se de uma fêmea de onça-parda ainda jovem, uma vez que pesava em torno de trinta quilos.

A onça resgatada não representa exatamente a mesma realidade dos demais animais da espécie que transitam pela rodovia. Apenas no ano de 2018 outras seis onças perderam a vida em razão de atropelamentos ocasionados na mesma região, algo que desperta a preocupação de autoridades ambientais e motoristas que costumam transitar pelo local.

Segundo dados da própria Polícia Ambiental, o mês de julho costuma ser um período de maior prevalência de acidentes envolvendo essa espécie. Tais acontecimentos, contudo, são gerados pelo aumento das queimadas que costumam atingir as cidades do interior paulista.

Notícias dão conta de que a causa mais provável para que isso ocorra possa estar no fato destes animais se sentirem ameaçados com as queimadas, de modo a procurarem abrigos em outros locais fora do habitat natural. Desse modo, as rodovias são rota frequente no caminho desses felinos, algo que não se mostra positivo para a espécie.

Se para os animais o trânsito pelas rodovias é algo perigoso, o mesmo também pode se dizer em relação aos motoristas que passam por elas, uma vez que precisam redobrar a atenção ao volante.

 

Saiba mais:

https://www.terra.com.br/noticias/ciencia/sustentabilidade/onca-parda-e-resgatada-apos-sofrer-atropelamento-no-interior-de-sp,8b3223fb4e471800894265a2819a3c00y6zth4l5.html