Para Nizan Guanaes, se aposentar é cafona.

Renomado empresário e publicitário brasileiro, Nizan Guanaes, homem de espirito empreendedor que permanece constantemente ativo, inovando, criando e reinventando, é sinônimo de lições importantes para empreendedores. Ele que no final do mês de novembro em 2015, prestou esclarecimentos sobre a venda do conceituado Grupo ABC para a Omnicom, deixando claro que tem planos traçados e que não pretende de maneira alguma ficar parado.

 

A vendo do Grupo ABC foi considerada a maior venda realizada no mercado de propagando do Brasil, arrecadando 1 bilhão de reais pela sua venda. O Grupo ABC fundado em 2002 por Nizan Guanaes e pelo sócio Guga Valente, tornou-se grande controlador de premiadas agências como: África, Loducca e DM9. Com diversos clientes dentre eles: Ab Indev e o banco Itaú. Considerado o grupo número um em serviços de propagando e marketing no Brasil e o décimo oitavo melhor dentre os grupos de comunicação global, segundo o ranking do Adversiting Age.

 

Nizan tem como história de vida seu primeiro e grande marco no empreendedorismo, a fundação da DM9. Com um investimento pesado de 1 milhão de dólares que conseguiu no mercado financeiro e com parte desse investimento congelado no plano econômico de Collor, Nizan Guanaes foi em contramão dizendo o que continua a ser seu lema e até título de livro inspirado em sua história: “Enquanto eles choram, eu vendo lenços”. Além disso, ele foi o menino pobre do Pelourinho que não tinha absolutamente nada para chegar onde chegou. Seu sucesso se deu pelo fato de sonhar grande, romper barreiras superando obstáculos e correr atrás de seu sonho. Esses fatores contribuíram para acabar no ranking do jornal Financial Times, onde são listados os cinco brasileiros que exercem maior influência no mundo.

 

O publicitário afirmou que não irá se afastar das atividades da empresa e que continuará seguindo a frente do seu negócio dentre os próximos anos. Declarou ainda que: “Esse negócio de se aposentar é uma coisa muito cafona” na respectiva reunião que fez com membros da Fundação Estudar, Ismart e PROA.

 

Outro condicionamento que Nizan Guanaes se mostra empenhado a continuar realizando é a disseminação pelo mundo do pensamento empreendedor. Em suas palestras leva toda a sua história e sua motivação para mostrar aos novos empreendedores a importância de sonhar grande, seja a partir de um sonho que já exista, desde que seja grande dentro daquilo que deseja alcançar. Sonhar grande é ir além de querer algo, é ser maior e melhor naquilo que deseja fazer. Ressaltando ainda de forma a estar sempre atendo as oportunidades e aproveitar os momentos de dificuldades como ponto de partida para se inovar.

 

Além dos compromissos com a empresa, Nizan considera como uma obrigação moral para a sua vida, continuar a ser empreendedor e fazer com que mais pessoas exerçam o empreendedorismo como cidadão. Pensando nisso ele se comprometeu a continuar se dedicando as causas sociais e principalmente no que diz respeito a causas relacionadas ao empreendedorismo, educação para todos e a preservação do patrimônio cultural brasileiro.