A atriz Alice Braga vai produzir serie na Netflix

Alice Braga

A Netflix está com o foco na América Latina, melhor dizendo no Brasil. Depois de adaptar uma websérie de ficção cientifica chamada 3%, seu próximo passo e a criação de uma comédia produzida e filmada aqui no Brasil. O anuncio foi realizado esta semana.

Em São Paulo a Netflix realizou uma coletiva de imprensa com a presença do presidente e co-fundador Reed Hastings, e os representantes da produtora Losbragas da atriz Alice Braga.

Na mesma coletiva Hastings também confirmou a segunda temporada da série 3%, e afirmou que o projeto da Netflix é conseguir financiar a produção de conteúdo pelo mundo todo e ser o responsável por distribuir. Com a facilidade da internet, a empresa não precisa realizar gastos astronômicos na distribuição de seus projetos que estão sempre a um clique de seus assinantes.

A empresa americana está a 5 anos no Brasil, e esta é apenas a segunda visita do CEO Hastings ao país. Ele lembrou a imprensa que o Brasil foi em 2011 o primeiro mercado internacional da empresa multimilionária, e que apesar do começo ter sido devagar, a Netflix hoje é muito bem estabelecida no país, as produções nacionais na plataforma são uma prova disso.

Ainda não existem informações sobre o elenco ou roteirista do novo projeto. A Losbragas apenas comentou que a obra tem como título Samantha! E que é uma comédia sobre uma celebridade mirim dos anos 80 que agora está casada com um jogador de futebol que passou 10 anos na cadeia. Apesar das dificuldades ela tenta voltar aos holofotes.

Também não foi informado se a própria Alice Braga participaria do projeto como atriz. Ela atualmente protagoniza a serie americana Rainha do sul do canal USA. Com segunda temporada prevista para este ano, Alice interpreta Teresa que tenta comandar o tráfico de drogas na Espanha, e sonha em vingar seu ex namorado assassinado no México.

44 milhões de pessoas assinam a Netflix e em 2016 a empresa expandiu seus negócios para mais de 130 países. Especialistas afirmam que expansão só aconteceu pela falta de concorrentes. Porém isso começou a mudar com o lançamento da plataforma de streaming da Amazon, Prime Video.

A plataforma este ano ganhou os principais prêmios para série de televisão. The Crown ganhou o Globo de Ouro de melhor série dramática, e Stranger Things ganhou o SAG de melhor comédia.

A Netflix também confirmou que o diretor José Padilha (Tropa de Elite) trabalha na produção de uma nova série sobre a operação Lava Jato, ainda em atividade no Brasil.

Encalhamento em massa mata centenas de baleias na Nova Zelândia

Um trágico fenômeno matou cerca de centenas de baleias na madrugada de sexta-feira (dia 10/02/17). O encalhamento em massa dos animais, os levou a óbito na praia de Farewell Spit, que em uma das ilhas da Nova Zelândia. O Departamento de Conservação – DOC, em inglês, uma agência do governo que é responsável por zelar o patrimônio natural Nova Zelândia – alegou ter enviado uma equipe de resgate no período da manhã, assim que souberam do ocorrido, mas que das 416 baleias-piloto que estavam encalhadas, 300 delas já haviam morrido.

Dentre muitos outros fenômenos de morte em massa de animais, esse das baleias foi o maior já visto nas últimas décadas. A morte de baleias e de outros animais marinhos como os golfinhos por causa de encalhamento, acontece com frequência na Nova Zelândia, porém, nunca em tão grande escala quanto o último observado.

Aproximadamente 500 voluntários se uniram as para tentar resgatar as poucas baleias que ainda estavam vivas. Os voluntários devolveram cerca de 100 baleias para o mar, e formaram uma espécie de barreira humana usando seus corpos para impedir que as baleias voltassem para a areia.

Uma característica dessas baleias, é que mesmo depois de as colocarem de volta ao mar, elas tendem a procurar voltar para a praia. Os biólogos suspeitam que essa peculiaridade seja porque elas vivem em grupo, portanto elas tentam voltar para onde o grupo delas estão. As Baleias-piloto são muito conhecidas na Nova Zelândia, elas podem medir até sete metros de comprimento e pesarem mais de duas toneladas.

Os analistas afirmam que esse tipo de encalhamento em massa não possui nenhuma explicação suficientemente clara para poder explicar o fenômeno. Dentre as hipóteses, a mais provável seria sobre a região geográfica submarina daquele local. Um dos integrantes e porta-voz do DOC, Andrew Lamason, disse: “Se alguém projetasse algo para capturar baleias, provavelmente Golden Bay teria o design perfeito”. Ele afirmou em uma entrevista à rádio local de Nova Zelândia. “Diante de Farewell Spit existe uma grande quantidade de areia que forma um gancho. A baía é muito rasa e uma vez que as baleias entram nela é muito difícil conseguir encontrar o caminho para sair”, segundo Lamason, a geografia do local seria a explicação mais razoável para o evento.

A agência alegou que o resgate só pode ser feito na parte da manhã, porque os animais costumam ficar muito agitadas e acabam por ferir as pessoas. Outra curiosidade sobre esses animais, é que nas baleias contém alguns tipos de doenças que podem ser transmitidas para os humanos, por isso os voluntários que ajudaram no resgate tiveram que tomar cuidado para não ter contato com os fluidos corporais do animal.

 

Veja também, gelo no Ártico tem menor extensão já registrada para janeiro.

A ministra Luciana Lóssio ressaltou a importância da luta da mulher na política usando caso partidário

Existem programas de incentivo e até mesmo leis para que a participação feminina nos partidos e na política aumente, entretanto, o número de mulheres atuantes nesta área é muito pequeno comparado ao de homens. A ministra do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luciana Lóssio, personalidade conhecida por lutar pelo espaço e defesa da mulher na política. A ministra tirou proveito de um julgamento para ressaltar a importância de lutar e falar sobre a igualdade de gênero e afirmou ainda que o Tribunal da Democracia, como o Tribunal Superior Eleitoral é conhecido por muitos, tem de evoluir e lutar ainda mais por este assunto.

A ação que foi julgada trata de um recurso do PP (Partido Progressita), que foi condenado a ter um tempo menor de propagando partidária obrigatória nos meios de comunicação por não ter cumprido o percentual mínimo exigido para o aparecimento de mulheres nas mídias, conforme estabelece o artigo quarenta e cinco da lei 9.096/95. Luciana Lóssio afirmou em seu discurso que desde o momento em que ocorreu a reforma eleitoral, no ano de 2015, houve certa evolução nas leis brasileiras como um todo, com o intuito de assegurar e ressaltar a importância da mulher na política, e afirmou ainda que a Justiça Eleitoral tem obrigação de garantir a eficácia das normas.

No caso em questão, ela ainda votou para que o momento que foi privado do partido fosse usado para que a Justiça Eleitoral conscientizasse todos e promovesse o incentivo das mulheres na política. E ainda afirmou que mulheres carecem de políticas afirmativas para que haja igualdade entre os dois gêneros e para que a desigualdade histórica acumulada por anos seja finalmente cessada.

A ministra ainda observou que é inaceitável o cenário atual de mulheres atuando na política brasileira, já que elas são a maioria da população, além de representarem 52,13% dos eleitores, ou seja, deveriam ter uma grande representatividade mínima nesta área.

Em um panorama global, o Brasil ocupa o 155 ª lugar no ranking mundial de representatividade feminina em áreas políticas, contanto com apenas 9,9% de representação feminina na Câmara de Deputados. O que chocou muitos, foi que está colocação coloca o país atrás da Arábia Saudita, Índia e o Iraque, países que são conhecidos por não conceder direitos às mulheres, e privar a mesma até mesmo de andar na rua sem um acompanhante familiar masculino.

Luciana Lóssio afirmou que esta lei encoraja a participação feminina e busca igualar os dois séculos, pois historicamente os dois séculos sempre estiveram em patamares diferentes, e a historia da mulher na política é extremamente recente, e por muitos anos foi um papel de sub-representação. E que a Justiça Eleitoral precisa sempre aplicar a lei com eficácia, como fez neste caso.

A ministra Luciana Lóssio

Luciana Lóssio, ministra conhecida em todo o país por lutar pela causa das mulheres é atualmente Presidente da Associação de Magistradas Eleitorais da Ibero-América, instituição que luta pela igualdade e assegura os direitos e além de também ser Conselheira do Conselho Nacional de Direitos Humanos.

 

 

Altos níveis de poluição foram encontrados em áreas remotas do planeta

A destruição do homem chega até mesmo nos lugares mais escondidos do planeta, como é o caso de fendas oceânicas que corresponde as mais fundas situadas na Terra. Cientistas britânicos ficaram pasmos com o alto nível de poluição que foi encontrado em duas dessas fendas oceânicas, sendo os poluentes de origem orgânica persistentes, onde é incluído os pesticidas usados em plantações e diversos gases que foram eliminados pelos incineradores de industrias. Os POPs, nome dado a esses poluentes, também foram encontrados em pequenos crustáceos habitantes de fossas das Marianas e de Kermadec, além do Oceano Pacífico que apresentou fortes traços dos poluentes, todos com mais de 10 quilômetros de profundidade.

A revelação foi feita através de um estudo publicado pela Nature, revista científica, onde é possível observar a escala alarmante em que o homem está destruindo o planeta. A ação da humanidade não está prejudicando apenas o que está a nossa volta, mas até mesmo esses pontos pouco explorados e tão profundos do oceano, que nem mesmo estão perto de zonas industriais.

Os cientistas capturaram três espécies diferentes de crustáceos anfípodes, parentes do mais conhecido camarão. Eles se encontravam bem ao fundo do oceano, entre a Fenda Kermadec ao norte da Nova Zelândia e as Fendas das Marianas, ao leste das ilhas homônimas. Os crustáceos foram analisados em laboratório pela equipe, onde foi observado que eles carregaram uma alta concentração de POPs. Os que foram coletados na fenda Mariana, tinham ainda cerca de 50 vezes mais contaminação que os crustáceos encontrados no rio Liaohe, considerado um dos rios mais poluídos da China.

Os pobres animais tinham traços de Éteres Difenílicos Polibromados – PBDE, e Bifenilos Policlorados – PCB, todos esses poluentes pertencentes a poluição industrial. Pela alta periculosidade, a emição dos PCBs foi proibida pela ONU – Organização das Nações Unidas, no ano de 2001, mas no Brasil já era proibido desde 1981. A concentração encontrada nos pequenos crustáceos se equivale aos mesmos animais que habitam a Baía de Suruga, localizada no Japão, um local que tem um dos maiores níveis de poluição.

Segundo os cientistas, esses poluentes teriam sido passado através da cadeia alimentar, que no caso, acumulam-se nos animais e assim é passado através não somente da alimentação, mas como também da decomposição dos mesmos. Sendo assim, os poluentes acabam atingindo o fundo do mar, onde a concentração dos poluentes acaba sendo muitas vezes maior até mesmo que as águas da superfície.

O biólogo marinho Alan Jamieson, disse: “O fato de termos encontrado esses níveis extraordinários desses poluentes em um dos mais remotos e inacessíveis habitats da Terra realmente traz à tona o longo e devastador impacto que a humanidade está tendo no planeta. Ainda não sabemos o que isso significa para o ecossistema e entender essa questão será o nosso maior desafio”. Segundo ele, as ações do homem estão cada vez maiores atingindo pontos extremamente escondidos no planeta.

Veja também, a Irlanda aprova lei para acabar com combustíveis fósseis.

 

Aplicativo vai facilitar compra de remédios pelo celular

O avanço da tecnologia, o surgimento do smartphone e os aplicativos de compra, como ifood, wish, entre outros, vieram para facilitar a vida do cidadão comum. Chega agora mais um aplicativo para facilitar sua vida e diminuir suas idas a farmácia.

O Farmácia app, como vários outros aplicativos também funciona como Marketplace, ou seja, ele apresenta o produto de várias empresas e farmácias diferentes, mas não é o responsável por elas.

No ano passado o curitibano Daniel Ropelatto criou o HelpRemedios, um aplicativo de pesquisa de preços de remédios.

Atualmente o aplicativo possui medicamentos, artigos de saúde e beleza. Todos os produtos são disponibilizados para compra pelos parceiros do Farmácia app. Drogaria Pacheco, Drogaria São Paulo, Onofre e Época Cosméticos entre outros. Também podem ser encontradas algumas farmácias de manipulação.

Até o fim de 2017 a empresa tem como meta principal conseguir pelo menos 50 mil usuários em constante atividade, e pelo menos 1 milhão de downloads. O app é facilmente instalado como qualquer outro, logo em seguida o usuário apenas precisa realizar um cadastro de seus dados pessoais e cartão de credito.

A questão do cartão de credito funciona no aplicativo assim como na maioria dos sites de compras. Seus dados ficam registrados, assim a experiência de compra é mais eficaz e veloz, o que vai aumentar as chances de finalização de vendas das empresas parceiras, e facilitar a vida dos usuários.

Qualquer medicamento manipulado ou não vai poder ser encontrado desde que tenha licença da Anvisa para comercio digital. Porem qualquer artigo que demande uma receita, não poderá ser comercializado no app.

O aplicativo foi criado pelos sócios-fundadores da Phamarcy S/A, Robson Michel Parzianello e Eduardo Raulino. “O comprador não quer ter 10 aplicativos de farmácia. Ele quer um app que tenha todas as farmacias em um só”, afirmou Parzianello.

O aplicativo é bastante moderno e busca uma facilidade de manuseio, tudo para deixar o usuário na faixa etária de 18 a 65 anos, muito mais confortável. O Farmácia app não só vai mostrar as farmácias mais próximas com os medicamentos desejados, mas também os preços mais acessíveis.

As informações dos dados cadastrados serão compartilhados em relatório de com a indústria farmacêutica. Os idealizadores deixam bem claro que o único interesse é em compartilhar as informações sobre os produtos mais vendidos e onde, e que todos os dados pessoais do usuário são protegidos.

O Farmácia app pode ser encontrado nos sistemas Android e IOS.

 

 

Titanic pode ter afundado por causa de incêndio

Titanic
Titanic

Já se passaram 104 anos desde o trágico ocorrido com o navio Titanic, e a tragédia gera dúvidas até hoje. Foi confirmado que a colisão do navio com o iceberg afundou o Titanic, porém, fotos recentes alegam que o navio sofreu outras influencias para afundar. A tragédia que contabilizou mais de 1500 mortes, pode ter acontecido por causa de um incêndio que teria sido controlado, mas que teria afetado gravemente a estrutura do navio, dessa forma, tornando-o mais vulnerável a qualquer impacto, como aconteceu ao colidir com o iceberg e terminar por afundar.

No entanto, essa hipótese do incêndio já era comentada há algum tempo, mas agora, realmente ficou claro nas fotografias a existência do incêndio, e mais, a contribuição que ele pode ter tido com toda a tragédia. Em uma das fotos, é possível visualizar uma marca escura no casco lateral do Titanic, que teriam sido resultado do incêndio. O pesquisador do Titanic e também jornalista, Sanen Molony, disse ao The Times: “Ninguém havia investigado essas manchas anteriormente. Isso muda completamente a narrativa”.

Uma dúvida muito comumente entre os pesquisadores do Titanic, era a velocidade em que se encontrava o navio no momento da colisão. O incêndio, também explica esse fato como sendo uma estratégia, bem conhecida naquela época, que consiste em queimar o carvão e diminuir o fogo. Nesse caso, o incêndio teria tido um impacto muito maior do que imaginado nas estruturas da embarcação, o que fez com que o navio tivesse que se mover mais rápido. Se ele estivesse a uma velocidade adequada para a região, possivelmente poderia ter desviado do iceberg que representou seu fim.

Sanen Molony ainda afirma: “Não é simplesmente uma história de colisão com iceberg e afundamento. É uma tempestade perfeita de fatores extraordinários se unindo: fogo, gelo e negligência”. Em se tratando da nova evidência, ainda existem especialistas mais conservadores que acreditam que o fogo não seria o fator principal para a colisão com o iceberg.

Essa teoria já permeia desde 2004, ano em que já haviam sido encontrado evidências que sustentariam a teoria do fogo, porém, mesmo com as imagens, ainda assim muitos se negaram a acreditam que o navio pudesse ter sofrido outra influência para acabar colidindo. Uma das pessoas que se negaram a acreditar na teoria é o David Hill, o ex-secretário de um grupo chamado, Sociedade Britânica do Titanic. Ele disse: “Com certeza houve um incêndio. Foi um fator determinante? Em minha opinião, não fez diferença alguma”.

A tragédia ganhou fama muito maior após ser eternizado no cinema de Hollywood. Dentre os atores destacam-se Leonardo Di Caprio e a atriz Kate Winslet que conseguiram, junto ao resto do elenco e toda a equipe que trabalhou na criação do filme, vender 11 Oscars no ano de 1998, um ano depois da estreia do filme.

Veja também 12 fatos assustadores sobre o Titanic.

 

Bebês já nascem falando, revela estudo

Uma pesquisa inovadora realizada pela Dra. Jiyoun Choi, mostrou um grande desempenho entre indivíduos adultos sul-coreanos que foram adotados quando ainda eram bebês por casais holandeses, em relação ao desenvolvimento e a pronúncia da língua natal após terem recebido treinamento para aprender a língua.

Segundo a pesquisa, os bebês começam a adquirir o conhecimento linguístico ainda dentro do útero e no período de alguns meses depois do parto, onde conseguem ter as primeiras percepções da língua natal. Com isso, ainda que um indivíduo sendo jovem mude para um outro país e esqueça sua língua nativa, poderá facilmente em um período curto de tempo voltar a falar a mesma sem grande dificuldade.

A Dra. Jiyoun Choi que é da Universidade Hanyang, situada na Coreia do Sul, explica que o estudo realizado é pioneiro ao mostrar o grau de envolvimento que a criança tem desde antes de nascer com a língua materna, e além disso, o quanto isso beneficia uma pessoa que perdeu o contato com a sua língua nativa a poder voltar a desenvolve-la novamente, como é o caso de crianças que são adotadas e pessoas que mudam para outro país.

Em entrevista à BBC News, a Dra. Jiyoun Choi explicou que a descoberta tirada da pesquisa, indica que o armazenamento de todo o conhecimento que é adquirido da linguagem, consiste quando a pessoa ainda é bebê. Ainda mais importante é que o estudo revela a preservação desse conhecimento em cada indivíduo, podendo ele reaprender a sua língua materna mais facilmente.

Para a realização da pesquisa, foram estudados adultos sul-coreanos que tinham idade aproximada a 30 anos e que tinham, ainda quando bebês, sido adotados por famílias holandesas. Eles se submeteram a um curso rápido sobre seu idioma natal, e passaram por diversos testes que consistiam na pronúncia das consoantes em coreano, que são indescritivelmente diferentes das consoantes que existem no holandês. Além da avaliação da pronúncia, o grupo estudado pela Dra. foi comparado com outros adultos que não tiveram, em momento algum na infância, contado com a língua coreana, e as avaliações de ambos os grupos foram realizadas por coreanos nativos.

Os resultados foram de que, antes de realizarem o curso do idioma, os dois grupos apresentaram o mesmo desempenho, porém, os adultos que foram adotados quando bebês apresentaram resultados mais satisfatórios após receberem instrução da língua através do curso rápido. Não houve sequer diferença no resultado apresentado entre pessoas que tinham sido adotadas com até 6 meses de vida ou com outras que tinham sido adotadas com um ano e meio, período onde a criança já começa a aprender a falar. Ou seja, o estudo leva ao entendimento de que a linguagem é algo muito mais abstrato do que algo prático.

Além do estudo ser algo inovador para o entendimento do aprendizado da língua, também mostra alguns ensinamentos para que os pais possam colocar em prática. Segundo a Dra. Jiyoun Choi, o processo para aprender a língua começa desde muito cedo, sendo que o armazenamento desse conhecimento prático consiste nos primeiros meses, fase em que o indivíduo ainda é um bebê, como foi apontado pelo estudo. Dessa forma, a Dra. Ainda aconselha que os pais falem com o bebê sempre que puderem, pois eles irão absorver e armazenar tudo que os pais disserem, contribuindo para o desenvolvimento da fala do bebê.

Veja também: Mecanismos que envolvem a fala.

 

Hospital Copa Star – Um empreendimento que obteve êxito através da implementação de novo conceito em atendimento hospitalar

A Rede D’Or São Luiz surgiu em 1995, hodiernamente conta com 27 hospitais distribuídos entre São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Brasília. Jorge Moll, fundador, teve a ideia de criar uma rede de hospitais de nível 5 estrelas após uma análise onde pôde constatar que os moradores da Zona Sul do Rio de Janeiro tinham atendimento de baixa qualidade, a cidade possuía bons hospitais particulares, mas estes eram em número consideravelmente pequeno com relação ao número de atendimentos que deveriam ser prestados na região, além disso, possuíam menos de 100 leitos, os impossibilitando de prestar atendimento completo aos pacientes.

Aos 49 anos, Jorge Moll tinha dinheiro suficiente para se aposentar, mas decidiu que usaria o dinheiro para colocar em prática o projeto de um novo conceito de hospitais. A ideia era transformar o Hotel Copa D’Or, que pertencia a Jacob Barata, em Hospital Copa D’Or, acreditava que seria um grande negócio. Em 1995, consolidou uma sociedade com Jacob Barata, que de início rejeitou a ideia, mas após a morte de seu filho, Daniel Barata, que aprovava a implementação de um hospital no local, resolveu realizar o desejo do filho.

Para que pudesse prosseguir com seu projeto Jorge Moll precisava de algumas licenças para o funcionamento do Hospital Copa D’Or, porém, levou cerca de 4 anos para conseguir. Dentro desses 4 anos, Jorge Moll se tornou cotista de um hospital, o futuro Barra D’or, e acabou comprando a participação de alguns médicos com empréstimos feitos a ele por Jacob Barata. O primeiro Hospital Copa D’Or, foi inaugurado em 2000, na Zona Sul do Rio de Janeiro, o hospital contava com alta tecnologia em serviços médicos, infraestrutura exemplar e heliponto. O sucesso desse novo conceito de hospitais se deu ao fato da junção feita entre serviços de hotelaria, profissionais qualificados, equipamentos modernos e de sua capacidade financeira.

O crescimento relacionado aos hospitais foi inevitável, em 2010, a rede já era o maior grupo de hospitais independentes, contando com 13 unidades. Em 2016, inaugura-se o Hospital Copa Star, um projeto que custou um investimento de cerca de 400 milhões de reais, sua obra foi iniciada em 2013. O Hospital Copa Star garante sofisticação, atendimento personalizado, além de tecnologia avançada, atendimento de qualidade, e conforto aos acompanhantes. Fornece cirurgias de alta complexidade e conta com uma equipe composta por profissionais qualificados.

Em sua decoração, o Hospital Copa Star, possui mais de 231 obras de arte, com finalidade terapêutica, estudos apontam que expressões artísticas são capazes de diminuir a ansiedade e provocar respostas positivas com relação à promoção de saúde. O Hospital Copa Star é um empreendimento que obteve êxito rapidamente, completo em sua infraestrutura busca garantir o melhor atendimento em todos os aspectos. Hodiernamente o Hospital Copa Star, localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, traz um novo conceito aos hospitais, é um empreendimento da Rede D’Or, atualmente há a pretensão de expansão deste conceito de atendimento hospitalar para outros grandes centros do país, confirmando assim o êxito adquirido através deste empreendimento.

 

Balanço anual de SP divulga saldo positivo nas finanças

Mesmo diante do cenário econômico desfavorável, o Estado paulista manteve sua conta no azul. Os resultados positivos resultam de um planejamento de longo prazo, que neste ano completa duas décadas de pleno ajuste fiscal e prudente gestão de recursos econômicos, o que garantiu em 2016, sobretudo, o pagamento em dia de sua folha, a despeito do que vem ocorrendo com outros Estados da Federação.

 

SP em dia com as contas

O superávit primário alcançou o valor de R$ 1,5 bilhão, de acordo com o relatório recentemente divulgado pela Secretaria da Fazenda.

Enquanto outras Unidades Federativas recorriam à União para tentar fechar as contas, a Secretaria da Fazenda de São Paulo injetava mais de R$ 2 bilhões apenas para a segunda parcela do 13º salário de servidores de todos os setores e adiantava metade do valor desse pagamento para servidores que, por regra, deveriam aguardar o calendário que vincula essa parcela ao mês de aniversário do servidor.

O segredo do sucesso

Vários fatores colaboraram para os resultados celebrados em tempo de crise. Um deles foi redução de custos conquistada por meio da criação, há dez anos, de uma previdência unificadora identificada pela sigla SPPREV para atender os inativos do Estado. Apenas na melhoria e na gestão desse processo, estima-se uma economia atual e futura equivalente ao superávit apresentado nesse relatório.

Ainda no campo previdenciário, o Estado agregou em sua política, desde 2011, o sistema complementar SPPrevcom, gerando uma economia calculada em torno de um quinto do Produto Interno Bruto estadual.

 

A distribuição de recursos

A preocupação com a expectativa de baixa arrecadação projetada pela recente crise motivou desde 2015 medidas de prevenção quanto aos gastos com setores operacionais e com novas contratações na área administrativa.

De acordo com o relatório, em janeiro daquele ano várias secretarias somadas deixaram de contar com o valor total de R$ 6,5 bilhões, sem impactar as áreas de Segurança Pública, da Educação e da Saúde. Valor ligeiramente superior a esse (R$ 400 milhões a mais) foi a contingência similar para o último ano. Já em 2017, esse valor não chegou a alcançar R$ 5 bilhões.

Para efeito de comparação, o orçamento médio desses três anos alcançou o total de R$ 206 bilhões, e sua economia média gerada pela política de contingenciamento representou no mesmo período 2,93% do orçamento total.

Outras medidas de redução de despesas entre 2014 e 2016

  • Revisão de contratos de terceirizados (R$ 370 milhões);
  • Suspensão de locação de imóveis, serviços e veículos (R$ 215 milhões);
  • Extinção de cargos comissionados ou vagos (R$ 1,9 bilhão);
  • Venda de aeronaves (mais de R$ 10 milhões, entre economia e arrecadação).

 

A saúde financeira indica perspectivas animadoras. A contar pelo relatório positivo das finanças paulistas apresentado pela Secretaria da Fazenda, a expectativa econômica de 2017 para o Estado caminhará ao largo do projeto de lei da União que objetiva a renegociação de dívidas dos Estados.

 

Moda 2017, as principais tendências

Quando entramos nas lojas e nos deliciamos com as lindas peças da estação podemos nem ter ideia, mas aquelas tendências foram enunciadas pelas grifes mais poderosas do mundo muitos meses antes.

Saber mais a respeito das tendências pode ser positivo tanto para se familiarizar com as propostas encontrando sua forma pessoal de usá-las como para economizar.

Se você sabe de antemão o que será tido como moda poderá garimpar as suas peças-chave com mais tranquilidade e com preços mais em conta.

Então vamos conhecer as tendências da moda primavera verão 2017? Tem peças para todos os gostos e estilos, temos certeza que alguma delas vai entrar no seu closet para ficar por um bom tempo.

As principais Tendências da Moda Primavera Verão 2017

 

Túnicas

A túnica apareceu em desfiles de grifes como Gabriele Colangelo e Boss sendo usada sozinha ou com saias. Para dias mais amenos você pode apostar na combinação com calça também.

 

Cuba por Chanel

Uma das mais importantes grifes de luxo do mundo voltou os seus olhos para Cuba, que vive um momento político de grande destaque com a abertura econômica e aproximação com os Estados Unidos. Na sua coleção resort de pré-primavera 2017 encontramos uma linda e colorida cartela de cores.

 

Colorido Digital

Os anos 80 estão sempre voltando para o foco da moda e a tendência resgatada dessa vez é a do colorido digital. Basicamente veremos muitas peças com cores saturadas e pints gráficos cheios de atitude. Combinação de estampa gráfica + estampa gráfica está mais do que permitido.

 

Maxicalças

As altas temperaturas do verão exigem peças mais fluidas e nesse ponto entram as maxicalças que foram vistas cheias de estilo em desfiles de grifes como Eudon Choi e Dries Van Noten. As pantalonas exageradas e em tecidos leves vão fazer sucesso.

 

Jeans da Califórnia

Nas tendências da moda primavera verão 2017 o jeans chega com um “banho” de Califórnia. Veremos peças com bordados com temas florais e lavagens que nos remetem ao mar e a areia branquinha. Atenção para os rasgados também!

 

Sandálias de Tiras

Em dias quentes deixar os pés respirarem com estilo ficará muito mais fácil com as belas sandálias de tiras que invadiram desfiles de grifes como a Chloé. Se forem coloridas ainda melhor.

 

Texturas e Metálicos

Os seus looks ficarão ainda mais interessantes com as tendências da moda primavera-verão 2017 que se referem às texturas e aos metálicos que chegam com mais luxo e personalidade. Invista em peças que além de estampas impressas tenham texturas palpáveis.

 

Slip Dress Assimétrico

No desfile da Calvin Klein vimos uma peça que traduz essa tendência, o famoso slip dress (vestido camisola) ficou ainda mais fashionista com o corte assimétrico. Boa aposta para as mais ousadas.

 

veja também: http://www.guiadasemana.com.br/moda-e-beleza/noticia/10-tendencias-de-moda-para-a-primaveraverao-2017